Formiga


Há quem diga que eu sou uma formiga (pudera ser mesmo)
Há quem diga que eu sou uma bandida, que rouba corações
Há quem diga que sou uma mendiga, de abraços, afeto e carisma
Há quem diga, que a vida, faceira e fácil, são arregaços de um brio sem fim
 
Pois bem, vamos as discursões; quantos fatos e relatos, ouvistes?
Até mesmo história de contramão…
 
Se as formigas falassem a língua dos homens, criariam um tribunal de defesa
Os crimes, com certeza, não ficariam impunes,  as acusações, e assassinos frios
Cruzam, talvez, os caminhos formigueiros – As mãos desordeiras, impuras e sem razão
Frente à Frente com a punição
 
Fome ou razão?
 
Rastros pela a estrada, tocaia e letidão
Abram os olhos, abram os olhos
Os ouvidos, a audição
Vejam, ouçam, escutem, e se defendam, os desordeiros estão em ação!
 
Pestes, sem alma, sem coração!
Gritos, por toda parte
Gemidos, faces caídas, no caminho injustiça
Força X fraqueza

Aonde foram as formigas?
Se eu soubesse, naõ diria
E o tribunal? não dera vazão…
Pobres formiguinhas, sem lar e sem justiça ficam, vão…
 
Homens…
Quem te dera o direito de matar a essência da natureza?
E ainda há quem diga, que eu sou uma formiga!
Com razão…
 
 
 Elizaete Ribeiro

Sobre Elizaete

Elizaete Ribeiro. Poetisa e Contista. Nasceu na cidade de Açailândia - Maranhão, em 14 de abril de 1979. Residente em São Paulo, Capital desde 2002. Acadêmica do Curso de Letras e Estudante de Piano Erudito com introdução ao popular. É uma das autoras do livro "Meninas Super Poéticas". Publicou nas Antologias de Poemas: Ecos da Alma e O Segredo da Crisálida (Editora Andross); na 5ª Antologia de Poemas Lembranças ao Vento e I Seletiva - Amor à Poesia, Elemento Terra, Cenas Cotidianas, Palavras que falam e palavras que calam, À Deriva, Dois Corações e uma só batida, pela Editora Beco dos Poetas & Escritores); organizadora da antologia de Contos e Crônicas "Do Princípio ao Fim". Publicações Internacionais: Antologia WAF 2011 (Editora Corpos, Porto - Portugal) e A Sombra do Coração (livro solo), também pela Editora Corpos, Porto - Portugal. Contato com a autora: elizaeterib@hotmail.com
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s